Está saindo de casa? Cuidado com a sua saúde mental!

Vou confessar que uma das coisas que mais me incentivaram a estudar na Unesp, foi a possibilidade de morar sozinha, sair de casa e viver minha vida. O que é o sonho da maioria dos adolescentes né, fazer seus próprios horários, comer o que quiser e na hora que quiser, estar com os amigos, e não ter que dar satisfação para ninguém.
E isso tudo realmente é muito bom, ter independência para fazer as suas coisas, mas ao mesmo tempo demanda muita responsabilidade, afinal não vai ter ninguém para lavar a sua louça, ou para te lembrar de arrumar o quarto e limpar a casa.
Porém o principal problema, ao meu ver, é o emocional. Quando você vai para uma cidade, estado ou país novo, é muito fácil você desenvolver certa dependência emocional das pessoas com quem você fez as primeiras amizades ou com quem você mora, afinal é um local novo, onde você não conhece ninguém e ao mesmo tempo tem que aprender a se virar sozinho sem o conforto de casa.
Ninguém nos prepara para o baque emocional, e até as pessoas consideradas mais independentes e desprendidas, acabam sofrendo nesse primeiro momento, ao cortar ou ter que se afastar dos seus laços antigos, e tendo que formar novos, o que pode levar um certo tempo.
O que eu quero dizer então é, não deixe de cultivar suas amizades antigas e de manter uma boa relação com sua família, parece bobagem, mas acredite é bem mais complicado manter uma amizade a distância, e em algum momento você vai sentir falta dela. Também procure encontrar pessoas que estão passando pelo mesmo que você, o ser humano é um ser social, precisamos compartilhar nossas experiências, e nesse caso vocês vão servir de apoio um para o outro, e lembre-se de não se fechar para novas amizades e experiências.
Morar sozinho é ótimo, mas a nossa saúde mental precisa de um maior cuidado no começo, até se adaptar à vida nova.

(Visited 11 times, 1 visits today)

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.